Diferenças entre Limpeza e Clareamento

Muitos pacientes chegam ao consultório querendo clarear os dentes e não sabem a diferença entre os resultados de uma limpeza profilática e um clareamento dental. A limpeza ou manutenção profilática da saúde bucal também pode trazer bons resultados, com o adicional de usar substâncias menos agressivas e tem um custo mais baixo. Compare como são feitos ambos os procedimentos, seus pontos positivos e negativos e os resultados que atingem:

A limpeza faz a manutenção da saúde bucal, à procura de cáries, tártaros, infiltrações e manchas externas, originadas da ingestão de café, vinho tinto, cigarro, chimarrão e alimentos com muitos corantes. Para fazer a limpeza, utilizamos jatos de bicarbonato de sódio que limpam a placa bacteriana; aparelho de ultrassom e a limpeza manual (raspagem) pra remoção do tártaro e escovação com pasta profilática de uso profissional e peróxidos leves que podem ser utilizados para eliminar as manchas externas.

Sempre há um branqueamento com a limpeza frequente, mas o grau depende de cada pessoa. Influenciam a questão genética, e a idade do paciente, o tecido dental e se há restaurações ou próteses.

Em uma sessão os dentes são limpos. O correto é a cada seis meses consultar o dentista, mas isso depende também da tendência para o surgimento de manchas. Em alguns casos, os pacientes são aconselhados a visitarem a cadeira do dentista a cada quatro meses ou menos.

O Clareamento é uma reação química em que uma substância, como os peróxidos de hidrogênio e de carbamida, quebra as manchas internas em moléculas menores e mais claras e, posteriormente, as remove, clareando os dentes.

Neste tratamento, são usados peróxidos em maior concentração, muito parecidos com produtos usados para o clareamento de pelos. Tem grau de clareamento maior que a limpeza. Age no colágeno do dente, alterando e ‘rejuvenescendo-o’ pois o colágeno dentário tem no amarelamento sua forma de envelhecer. O grau de branqueamento depende mais da genética do que propriamente das manchas.

Se o tratamento for feito com moldeiras em casa, leva de duas a quatro semanas com aplicações uma vez ao dia, todos os dias. Se realizado em consultório, leva de duas a seis aplicações de 30 minutos cada. São feitas duas aplicações por sessão, levando de uma a três sessões, uma vez por semana. Após dois anos, pode ser feita a manutenção, em menos e mais curtas sessões.

fonte: http://www.gazetadopovo.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s